terça-feira, dezembro 20, 2011

Se as pessoas que falam mal de mim soubessem o que sei sobre elas, provavelmente ainda falariam mais... ou então fugiam com vergonha e nunca mais me apareciam à frente, o que não era mau de todo.

quarta-feira, dezembro 14, 2011

Irrita-me quando as pessoas me chegam com perguntas do tipo: "Mas esse curso que estás a tirar existe mesmo?"
Não querem ver, agora ando a tirar um curso que não existe. Isso é que faz todo o sentido.
E depois ainda fazem aquela cara de "coitadinha isso não deve ter empregabilidade nenhuma".

Pois é, mas se nao houvesse quem tirasse este curso estranho que para muitos, não existe, de certeza que também não havia neste mundo muito do que há.

O que há a mais e não faz falta nenhuma são pessoas ignorantes com a mania que são espertas!
Cada caso é um caso.
Cada história é uma história.
Nós temos a nossa, que não é igual à de ninguém.
É única.
E só nós sabemos aquilo que temos...

terça-feira, dezembro 13, 2011


Começo a perder a paciência para coisas que não têm sentido e que são repetidas vezes sem conta.
E no dia em que eu deixar de me importar, não será bom sinal...

sábado, dezembro 10, 2011

Campos Eléctricos. Campos Magnéticos. Correntes. Resistências. Condensadores. Circuitos. Ondas Electromagnéticas. Óptica. Imagens.

AHHHHHHH apetece-me gritar!!!

Quero a minha vida de volta.

sexta-feira, dezembro 09, 2011

terça-feira, dezembro 06, 2011

E pronto, está a começar tudo outra vez. :'(

Ando sem palavras e sem tempo, que é sempre pouco para tudo o que tenho para fazer.
Mas até já tinha pena de olhar aqui para o blog e sentir que o desgraçado andava abandonado.

Ontem a Pipoca cá de casa fez Parabéns e o dia foi dedicado a ela, como tal lá fomos nós rumo ao cinema para a pequena ficar contente (ela e não só, mas isso são outras conversas ahah) . O filme até se saíu mais divertido do que  eu estava a espera e ainda dei umas boas gargalhadas. Recomenda-se.
Depois houve jantar em família e a pequena Mi ficou toda contente com as prendas, as companhias e as surpresas, e eu fiquei feliz por ela, porque gosto de a ver sempre assim: contente. E ontem o dia marcou 9 anos que a tenho comigo, e concerteza foram os melhores de sempre.
A noite seguiu-se mas isso já são coisas que ficam só para mim (ou para nós). :)

Hoje foi dia de voltar a pegar nos cadernos e nos livros e assim se seguem as próximas semanas, quase sem tempo para respirar.
(En)fim...

sábado, novembro 26, 2011

Música

Eu já tinha dito que um dia voltava, demorou mas não quebrei a minha palavra. Foi só o tempo suficiente até encontrar um lugar onde me sentisse bem. E gostei mesmo. A adaptação foi muito mais fácil do que eu pensava e estou entusiasmada com isto. Venham de lás as pautas e as notas que eu quero é fazer música!!

sábado, novembro 19, 2011

Se há dias que valem a pena, o de hoje foi um deles. É sempre bom ouvir quem sabe, esclarecer dúvidas e assim pensar melhor no que se quer para o futuro. E a pouco e pouco vou-me sentindo mais integrada neste mundo do qual quero fazer parte. Estou feliz, foi um dia gratificante.

quarta-feira, novembro 16, 2011

Beijinhos inesperados sabem ainda melhor. :)

J

Porque és tu um dos meus "postes" de segurança. Sim, porque eu tenho dois! Estás sempre aqui ao lado para me dar um abraço e me passar a mão pela cabeça e também para me abrir os olhos quando vês que estou errada.
És a melhor do mundo.
Um beijinho grande de Parabéns pelos teus 45, Mãe.
És muito importante mesmo.

terça-feira, novembro 15, 2011


Bom dia faculdade. São horas de trabalhar :)

segunda-feira, novembro 14, 2011

São coisas das quais eu não faço parte e provavelmente nunca vou fazer. É um "mundo" que não é meu, e o que está acima de tudo é o meu mundo, não aquele a que não pertenço nem me fazem pertencer.  É isso.

domingo, novembro 13, 2011

E depois vem aqueles dias em que eu só queria não existir porque não estou cá a fazer mesmo nada de importante . :(

terça-feira, novembro 08, 2011

Dias vazios



É isso, trata-se apenas de dias vazios, ou então cheios de nada que é exactamente o mesmo.
Deixem-me estar aqui quieta no meu canto, não falem para mim nem se aproximem se não for para dar um abraço, mas sem haver palavras. Deixem-me chorar todas as lágrimas que tenham de sair. Deixem-me sentir como me sinto mesmo que isso me cause dor. Deixem-me.
Nem eu sei o que se passa, sei que não estou bem, mas deixem-me ficar aqui quietinha no meu canto que isto um dia vai passar. Eu sei que vai.
E a culpa não é de nada nem de ninguém. Sou apenas eu que estou assim, e também tenho direito a não estar bem e ter dias maus.

domingo, novembro 06, 2011

A.C.



Um enorme beijinho de Parabéns para aquela que está sempre comigo, seja naquilo que for.
Aquela que eu me lembro de ver nascer, e que de prima passou a tomar na minha vida também o lugar de grande amiga. Hoje é tudo, tudo, tudo de bom para ela, porque ela merece mesmo tudo. É uma pessoa incrível em quem eu tenho muito orgulho.
Parabéns A.C.

sexta-feira, novembro 04, 2011

O dia ainda agora começou e aquela sensação de cansaço já está a começar... parece que já andei a correr quilómetros.
Mas o que é que se passa comigo afinal? :S

quarta-feira, novembro 02, 2011

Sem tempo e sem vontade.
Volto um dia destes.

domingo, outubro 23, 2011

O dia hoje começou de uma forma diferente e porquê? Porque fui à missa, coisa que já não fazia há uns anos (tirando casamentos e batizados).
A verdade é que me fez bem. Cresci num meio religioso e frequentei a catequese, festas da igreja e coisas do género, mas era uma criança e a maioria das vezes nem ligava àquilo que estava a ouvir e estar na missa era uma seca porque não se podia falar e tinha de estar ali durante uma hora ou mais a fazer tudo o que era suposto, mas não percebia o porquê das coisas. Era assim porque sim, porque era assim que me ensinavam e era assim desde sempre.
Depois chegamos àquela idade a que eu chamo "idade da parvoice" e desliguei-me muito. Achava que era tudo uma patetice e questionava muito tudo o que lá aprendi. O facto de estudar na àrea das ciências também foi um bocadinho culpado porque fazia-me confusão como é que se podia acreditar numa coisa sem ter provas de que era verdade. Mas essa idade passa e com ela vão também muitas parvoices... outras ficam. Continúo a ter as minhas dúvidas em relação a certos aspectos mas a verdade é que certas e determinadas ocasiões fizeram-me perceber que existem coisas que nem a ciência consegue explicar e que por vezes a existência de uma força maior até faz sentido.
Hoje já vejo as coisas com outros olhos que não os de criança, gosto de estar com atenção àquilo que se diz. 
O fim de semana não foi dos melhores e eu não andei no melhor estado. Muito por culpa minha também, e ter lá ido hoje fez-me bem, o que lá ouvi acalmou algumas das minhas dúvidas e ajudou-me a tomar decisões. Saí de lá mais calma e com uma sensação de paz interior. E acho que vou repetir isto mais vezes, pode ser que me ajude a ser uma pessoa melhor e a pensar com mais calma.

E para terminar o dia em bem agora sou eu, chá e bolachas a ouvir a chuva lá fora.


As coisas nem sempre são fáceis, às vezes é preciso fazer sacrifícios. Mas quando os dois querem o mesmo, por norma fica sempre tudo bem.

sábado, outubro 22, 2011

Have a sweet day :)




Porque é fim de semana e hoje estou "cor-de-rosa" :)
Porque pela primeira vez depois do verão me sinto bem com uma casaco vestido e já começo a ter os pés geladinhos. As mantas e os cobertores já começam a fazer sentido, o que já não era sem tempo. E passar o dia enfiada em casa a estudar e a ajudar a mana a fazer um trabalho não é tão mau assim. Se calhar é por isso, porque mesmo assim o dia "sabe a doce".

sexta-feira, outubro 21, 2011

Só porque sim, porque até dá vontade de cantar isto para Alguém :)




Look inside, look inside your tiny mind
Then look a bit harder
'Cause we're so uninspired, so sick and tired
Of all the hatred you harbor

So you say it's not okay to be gay
Well, I think you're just evil
You're just some racist who can't tie my laces
Your point of view is medieval

Fuck you, fuck you very, very much
'Cause we hate what you do
And we hate your whole crew
So please don't stay in touch

Fuck you, fuck you very, very much
'Cause your words don't translate
And it's getting quite late
So please don't stay in touch

Do you get, do you get a little kick
Out of being small minded?
You want to be like your father
It's approval you're after
Well, that's not how you find it

Do you, do you really enjoy
Living a life that's so hateful?
'Cause there's a hole where your soul should be
You're losing control a bit
And it's really distasteful

Fuck you, fuck you very, very much
'Cause we hate what you do
And we hate your whole crew
So please don't stay in touch

Fuck you, fuck you very, very much
'Cause your words don't translate
And it's getting quite late
So please don't stay in touch

Fuck you, fuck you, fuck you
Fuck you, fuck you, fuck you
Fuck you

You say you think we need to go to war
Well, you're already in one
'Cause it's people like you that need to get slew
No one wants your opinion

Fuck you, fuck you very, very much
'Cause we hate what you do
And we hate your whole crew
So please don't stay in touch

Fuck you, fuck you very, very much
'Cause your words don't translate
And it's getting quite late
So please don't stay in touch

Fuck you, fuck you very, very much
'Cause your words don't translate
And it's getting quite late
So please don't stay in touch

Fuck you, fuck you, fuck you
Fuck you, fuck you, fuck you

quinta-feira, outubro 20, 2011

quarta-feira, outubro 19, 2011

Epá cenas!

Eu não consigo entender porque é que certas e determinadas pessoas, quando falam de relacionamentos antigos que não duraram propriamente uma semana ou um mês teimam em falar mal da pessoa com quem estavam. Está certo que se acabou foi porque alguma coisa correu mal e a pessoa em questão podia até ter muitos defeitos. Mas serão perfeitos os que falam? É necessário rebaixar tanto e expôr tanto pormenores de uma relação só para dizer que o outro não prestava?
Se era assim tão mau e as coisas corriam tão mal então qual é a razão de a relação ter durado tanto tempo? Até fica mal é para quem fala.
Que posso dizer mais?  É estúpido!

domingo, outubro 16, 2011

Mais um beijinho de despedida com sabor a mel. E umas tantas coisas que ficam por dizer porque o tempo é sempre pouco para nós. Mais uma espera pelo próximo fim de semana para voltar a estar contigo.
Hoje faz um ano que estava entre São Martinho do Porto e São Pedro de Moel e comecei a receber mensagens tuas sem ainda perceber que vinhas para ficar. Hoje estou feliz por saber que o meu pensamento estava errado nesse dia.
Amo-te tanto.


"Só o quanto estou feliz. Neste exacto momento. Pela forma como as luzes se reflectem no teu rosto. E essa brisa a entrar pela janela... e não importa se tivesse mais dez mil momentos como este ou só este, serão todos iguais. E é só isso. Agora, neste momento. Eu tenho isto."

[Love and other drugs]

segunda-feira, outubro 10, 2011

T

Valem a pena as lágrimas vertidas e os momentos em que o coração treme de medo que tudo se perca, quando no final tudo fica bem e descubro que o sentimento que nos une é ainda mais forte do que aquilo que eu imaginava ser. Hoje tive mais uma grande prova de que estar a teu lado é o melhor lugar para se estar, e que as nossas diferenças conseguem ser insignificantes quando o que queremos é estar juntos.
Cada vez te percebo melhor a ti e tu a mim. A cada dia que passa partilhamos mais um bocadinho de qualquer coisa. Espero que ainda haja muito para partilhar e construir. Contigo vale tudo a pena.
Obrigada por tudo! Por seres quem és, por me amares, por me saberes ouvir e por me compreenderes. Amo-te

sábado, outubro 08, 2011

Eu sei que os teus conselhos são sempre bons embora nem sempre eu os queira aceitar.
Por vezes são ideias vãs que já andam na minha cabeça e que se tornam nítidas quando te oiço.
Eu sei que não devo deixar aquilo que tenho de fazer por causa de nada nem de ninguém.
Sei que há vezes em que é assim que tem de ser, mesmo que custe.
E é isso que eu tento fazer mas às vezes me esqueço.
Também sei que não queres arranjar-me problemas nem que eu me afaste de ninguém.
Só queres que eu faça as coisas como devem ser feitas... queres o meu bem e que eu seja feliz.
Obrigada.

segunda-feira, outubro 03, 2011

Coisas estranhas que eu não entendo, por muito que tente.
Para mim não faz sentido.
Enfim...

sábado, outubro 01, 2011


Obrigada por mais uma noite fantástica.
Contigo por perto é sempre tudo tão bom,tão melhor.

quarta-feira, setembro 28, 2011

A praxe é uma cena que a mim não me assiste!
Há um mês atrás estava eu feliz da vida por ter passado o dia contigo e ter estado contigo nos dias antes...
Hoje continuo feliz por saber que te tenho mas com a saudade a apertar.
Faz já mais de uma semana que não te vejo e mal consigo falar contigo. E ainda não é hoje que te vou ver... talvez amanhã.
Faz hoje 7 bons mesinhos que te tenho, e quero que a estes se juntem muitos mais.

Volta depressa.

segunda-feira, setembro 26, 2011

sábado, setembro 24, 2011

"Não precisas de comprar mimos, eu dou-te todos os que tu quiseres".

E a saudade é uma constante neste mês de Setembro, e nós próximos também será se tudo correr bem.
E os meus últimos posts têm sido baseados nisto. Não me apetece escrever sobre outra coisa. Apenas me apetecia tê-lo aqui e partilhar com ele a rotina do dia-a-dia. E saber a dele sem ser no geral. Queria partilhar mais e mais e abraçá-lo sempre que me apetecesse, o que seria muitas vezes mesmo. Até a vontade de sair de casa se foi.
E eu não gosto nada que o tempo passe mais depressa do que aquilo que tem de ser, já é rápido demais assim. Mas podia saltar só estes dias. Só estes.
Não me apetece nada. Só me apetece ELE... agora, hoje, amanhã e por muito mais tempo.

segunda-feira, setembro 19, 2011

E que fim de semana tão bom que eu tive!!! Tantas saudades que eu matei.
Agora volta mais uma semaninha de aulas e uma espera interminável de mais uns quantos dias. Acho que desta vez são mais.

quinta-feira, setembro 15, 2011

Sonhar que estou a voar.
Já tinha saudades de me acontecer isto. É tão engraçado :)

segunda-feira, setembro 12, 2011

Juntos ao Luar


"Savannah Curtis (Amanda Seyfried) encontra-se de férias escolares quando conhece John Tyree (Channing Tatum), um soldado de regresso a casa em licença. Para o jovem, é praticamente amor à primeira vista. Durante os sete longos anos que se seguem, as cartas de amor enviadas por Savannah foram das poucas coisas que o fizeram continuar, mas essa carinhosa e sentida correspondência irá levar a consequências que nem John nem o seu amor poderiam alguma vez ter previsto."

E tanto que eu chorei esta tarde. Há filmes assim que são lindos e me fazem chorar do início ao fim. Veja-os uma, duas, três... as vezes que forem.

Entretanto no final do dia recebi uns beijinhos e abraços que me deram novamente forças. E agora cá espero, que no próximo fim de semana haja mais beijinhos e abraços. Ainda me estou a habituar a isto, eu sei que um dia vou conseguir levar isto tudo com mais naturalidade , por agora a parte da despedida deixa-me um bocado nostalgica.

domingo, setembro 11, 2011

Ontem foi noite de matar saudades... e que saudades que eu tinha!!
Apesar de saber a pouco, soube mesmo bem. :)

Hoje ainda não sei...

quinta-feira, setembro 08, 2011

07.09.11

Depois de uma noite muito mal dormida, acordei bem cedinho para ir à faculdade fazer a escolha de horários (com menos de duas horas de sono). Qual não é o meu espanto quando lá chego e não existia fila para senhas nem confusão nenhuma como é costume. E o meu pensamento foi: Bolas, estamos crescidos. Começámos a ter juizo e já não somos da faixa daqueles que até aqui dormem para serem dos primeiros.

Assim consegui despachar-me cedinho e vir para casa mais cedo e lá segui depois de almoço para o ritual de "gelo-na-cara". Ah pois que ainda tenho a cara um bocadinho inchada por causa da brincadeira de Sábado.
A verdade é que ouvi falar horrores sobre tirar dentes do ciso que estão inclusos e acho que não tem sido tão mau assim. Só tive umas dores mais fortes na primeira noite e no dia a seguir, mas nada que não se aguente. É maior o incómodo de não conseguir abrir bem a boca, rir e de não poder andar rápido (sim, porque parece que o maxilar "estremece" e faz confusão). Mas tudo isto vai passando e não são tantos dias assim.


Agora coisas do coração... tenho saudades do namorado :$
Ando a controlar-me bem e compreendo que tem mesmo de ser, mas já só quero que Sábado chegue depressa para o poder abraçar, enchê-lo de miminhos e saber as novidades todas.
Ah, hoje já me decidi o que lhe vou oferecer pelo aniversário que está quase aí. É original e acho que vai ficar muito giro. Mas não lhe digam nada, é surpresa. =P

segunda-feira, setembro 05, 2011

Ainda só passou um dia e eu já tenho saudades...  :(
Tenho uma leve impressão que esta semana vai ser complicada

domingo, setembro 04, 2011

E pronto, ontem lá se foram dois dentes do ciso!!
Agora aguentam-se as dores, a alimentação especial, que não é má mas que saudades eu já tenho de massa, arroz, batatas, etc etc. e o melão que tenho do lado direito da cara.

Mas pronto, tudo isto há-de passar e 50% já está. Só faltam outros dois (ainda sem data marcada).

sábado, setembro 03, 2011

A hora da tortura chegou!
Desejem-me sorte.

quinta-feira, setembro 01, 2011

Raios e trovões!!!
Não gosto nada disto e ainda me vai estragar os planos que tinha para a noite de hoje.

Bah!

terça-feira, agosto 30, 2011

Smurfs


É tão bom uma tarde de cinema com duas das pessoas que mais amo, que mais importância têm na minha vida. E é melhor ainda ver a forma como se dão bem um com o outro, é daquelas situações que dá MESMO gosto ver.

Quanto ao filme, é muito giro e recomenda-se. A companhia? Não podia ter sido melhor

E tão babada e felizarda que eu sou por ter os dois comigo. :')

segunda-feira, agosto 29, 2011

Era uma vez...






... um verão fantástico. Cheio de coisas boas... horas de sol, muita diversão, boas surpresas, muito amor, boas amizades.
Agora volta-se para a terrinha, para a vidinha de sempre e o verão acaba.
Ontem voltei e a minha sensação foi de ter chegado a um lugar meio estranho ao qual já não pertenço. Hoje já me vou conformando que é mesmo assim que tem de ser.

Entretanto ontem foi um dia especial por outras razões que aqui não vou divulgar, porque não me apetece. Eheh fica só para mim.

Vou dando notícias. :)

quinta-feira, agosto 04, 2011

segunda-feira, agosto 01, 2011

Coisas de Verão







Dolce far niente!
Sorte. Sorte. Sorte.
Toda para vocês neste momento que tanto precisam.

quarta-feira, julho 27, 2011

Malas feitas. Bagagem arrumada.
Vontade de ir? Muita.
Até um dia destes, vou aproveitar o Verão :)

F*ck

É preferível perder uma "amizade" do que passar o tempo inteiro a ser quem não somos, só para que as coisas funcionem bem.
Deixei de ser assim.
Mudou muita coisa.
Cansei-me.
Fartei-me.
Não dá mais. Em parte, porque eu já não quero.
Ponto

terça-feira, julho 26, 2011

25 de Julho...e há quatro anos atrás a minha vida mudou. Ficou mais preenchida. E eu gosto muito mais dela assim. :)

segunda-feira, julho 25, 2011


Está oficialmente aberta a época de bronze aqui por estes lados :)

sexta-feira, julho 15, 2011

O que eu quero ser quando for grande...

“Finais do séc. XV, a grande era dos descobrimentos. O Homem parte rumo ao desconhecido, abre novos mundos ao mundo, trás outro olhar sobre o planeta que o acolhe.
Exploradores, cientistas, aventureiros.
Os antigos fazem uso do saber de então para registar e representar o resultado das suas observações. E cumprem aquela que seria a primeira missão ao planeta Terra. Uma missão com origens no passado e que se projecta hoje e cada vez mais numa actividade com futuro e para o futuro.
Somos os herdeiros científicos e tecnológicos dos cartógrafos e navegadores portugueses de MD.
Nas coordenadas do saber técnico e científico, do rigor e da precisão matemática, do domínio das mais avançadas tecnologias…. A Engenharia Geográfica.
Fazemos do planeta em que vivemos a nossa musa científica. Através dos nossos olhos, dos nossos conhecimentos, da nossa interpretação… medimos, analisamos, georreferenciamos, modelamos e representamos o espaço que nos rodeia.
Onde quer que nos encontremos, é para isso que trabalhamos. É a nós que compete a produção e manutenção de informação georreferenciada, segura, de qualidade, com confiança.
Projectamos, planeamos e coordenamos todas as actividades da especialidade. Caminhamos lado a lado com a própria evolução do mundo, e a inovação tecnológica permitiu e exigiu que o fizéssemos cada vez melhor e com uma utilidade sem precedentes. A fotografia aérea, as imagens de satélite, o GPS, a informática, o digital. Transformaram a Engenharia Geográfica numa actividade de importância estratégica. Uma profissão aliciante, cheia de desafios e com uma diversidade de áreas de trabalho ímpar.
Hoje, nós somos os engenheiros da cartografia, da detecção remota, do posicionamento e navegação por satélite. Actuamos nos domínios da geodesia, da fotogrametria. Somos responsáveis pelo funcionamento sustentado e actualizado dos sistemas de informação geográfica. Hoje, nós somos também aquilo que vemos, uma grande janela de oportunidades aberta à nossa intervenção.
No mapa das especialidades, a posição indica o curso que existe já desde 1921 e que tem sido responsável pela formação da quase totalidade dos engenheiros geógrafos do nosso país. O actual mestrado em Engenharia Geográfica é hoje ministrado nas universidades de Lisboa, Porto e Coimbra, e pelas boas condições de ensino e de qualificação que empresta aos alunos tem o selo de qualidade da Ordem dos Engenheiros. Ao longo de 87 anos, adoptou-se a estrutura curricular à redefinição do perfil e das competências destes profissionais. Contas feitas, uma taxa de empregabilidade muito próxima dos 100%.
Onde quer que alguém precise de informação georreferenciada, nós estamos lá. A inovação tecnológica e a necessidade de actualização constante pedem que apliquemos as nossas técnicas e os nossos conhecimentos às áreas mais diversificadas, e nós, respondemos com vigor, com eficácia, com o que de melhor sabemos fazer.
Das grandes obras de engenharia à navegação marítima e aérea, da gestão ambiental ao ordenamento do território, das forças armadas a todos os organismos que recorrem a sistemas de informação geográfica… Esta é a nossa profissão, uma missão ao planeta Terra, um mundo visto e perfilado sob um outro olhar. “

http://www.youtube.com/watch?v=XZoBET0ryTA

Piora de dia para dia. -,-
Dezasseis!!!
Parabéns amor. Só me dás motivos para ter orgulho de ti.
Sabes que estou sempre cá, dia após dia, para te apoiar. Sempre, sempre.

[só para que conste, este post nada tem a ver com aniversários e coisas do género]

quarta-feira, julho 13, 2011

Estive a organizar documentos que andavam espalhados aqui no pc e nos dois discos externos e deparei-me com textos que escrevi há uns tempos. Uns chegaram a ser aqui publicados, outros nem por isso. O que sei é que cheguei à conclusão que tenho saudades de escrever palavras doces e bonitas, textos editados com cuidado, as palavras todas direitinhas, enfim, daqueles que dá gosto ler e reler e reler....
Ultimamente não escrevo nada que se aproveite, eu bem tento, mas não me sai nada de jeito. Apenas umas palavras sem nexo nenhum e que não significam nada. Será que só sei escrever bem quando a vida não me corre tão bem assim?

Days

Agora com as férias, os dias passam e até me esqueço do blog, uma tristeza.

Já dei um saltinho até à praia, já me bronzeei um bocadinho.

Já passei uma noite bem divertida com amigos, para comemorar o início das férias. Revi amigos que não os via quase há um ano, e gostei muito, muito, muito.

Já soube que passei a TODAS as cadeiras, o que me deixou muito contente.

Já fui passear com o namorado, o tempo para estarmos juntos parece ser sempre pouco mas fazemos questão de o aproveitar da melhor forma possível.

Já continuei as minhas leituras. O Anjo Branco esteve demasiado tempo a meio por causa dos exames, mas já comecei a ler novamente.

Já aconteceram novamente coisas que me fizeram ver que o passado não volta mais, acontecem coisas que deixam marca e das quais não nos esquecemos, por muito que queiramos esquecer... enfim, também faz parte.

Ando a aproveitar a pouco e pouco as férias, e o mais importante é que sim, já me sinto mesmo de férias principalmente desde que soube o resultado de todos os exames. Ainda continuo por casa, mas o que conta é que o cérebro está livre de stress e bem descansadinho.

E hoje ando cá por casa a ajudar a mamã que também precisa e merece uma boa ajuda por tudo aquilo que faz por mim e que é para mim. Então aqui ando de um lado para o outro, a arrumar isto e aquilo ao som de:
http://www.youtube.com/watch?v=fLexgOxsZu0

quinta-feira, julho 07, 2011

Estou de FÉRIAS!!!!

sábado, julho 02, 2011

Não percebo nada disto...

Eu inicio a sessão aqui no blog, tudo muito bem, entro no Painel, tudo muito bem. Vou à página do meu blog e a outros blogs e não consigo comentar nada porque apareço como se não tivesse sessão iniciada. E termino sessão e inicío umas quantas vezes e acontece sempre o mesmo. Alguem tem o mesmo problema ou sabe como o resolver?

sexta-feira, julho 01, 2011

Será que a chuva que cai lá fora tem o objectivo de me fazer ver que na rua não está bom portanto devo ficar em casa a estudar? Será que é esse o objectivo ajudar-me?
Só me apetece é dormir :s

Antiguidades



quinta-feira, junho 30, 2011

Relativamente a ontem...

Depois de uma manhã de exame, nada melhor que uma tarde de:


De:
E de:


E mais um à noite:


Soube mesmo bem uma tarde sem fazer nenhum, e agora é hora de voltar ao ataque e estudar, estudar, estudar...

terça-feira, junho 28, 2011

Tenho a impressão que isto não vai mesmo acabar nada bem. Não vejo melhoras nenhumas, só piora de dia para dia, e a paciência não é eterna. Ai,ai!

segunda-feira, junho 27, 2011

H.F.

Era uma pessoa incrível, sempre bem disposta, com ideias organizadas, uma mente brilhante. Tenho a certeza que ia ter um bom futuro se a vida lhe desse oportunidade para isso. Partiu cedo demais...É nestes momentos que bate na consciência que pode acontecer a qualquer um e que de hoje para amanhã podemos já cá não estar. Resta-nos aproveitar da melhor forma o tempo que vamos tendo...
Descansa em paz H.F.

sábado, junho 25, 2011

Já há muito que não fazia isto...

... mas hoje deu-me para a futilidade e aqui ficam as minhas últimas aquisições:

Comprinhas de ontem:

É uma doçura de vestido


Ambos da Zara (outlet)

Comprinhas de hoje:


Vestido


Mais outro vestido

E o primeiro Macacão da minha vida e único que me fica bem, até agora.

E pronto, chamem-me fútil por ter comprado tanta coisa num fim de semana só, mas a verdade é que já não sabia o que eram compras há muito tempo e estava mesmo a precisar de algo assim. Fez bem ao ego e a carteira não esvaziou assim tanto quanto isso. SOUBE MESMO BEM! :D

Estado em que me encontro:

Estudar e roer as unhas.
E beber água, água, água e mais água.

quinta-feira, junho 23, 2011

Existem pessoas para as quais eu serei sempre uma criança... pessoas essas que por muito que goste delas, tendo a afastar-me por não suportar sentir-me sufocada com tanta protecção.
Há muita coisa errada aqui pelo meio que já não vai a tempo de ser corrigida, já é tarde demais. É triste, mas é assim. E eu não queria mesmo nada que isto chegasse a um extremo, mas cada vez caminha mais para lá.

Eu só queria que as coisas fossem diferentes e que não houvesse sempre as mesmas chatices diárias. Já ando farta disto há muito tempo.

quarta-feira, junho 22, 2011

Shimbalaiê

 

São poucas as coisas que me fazem completamente feliz, mas são tão fantásticas que valem por tudo o resto. Ajudam-me a seguir em frente, a encontrar-me, ajudam-me a ser quem sou.

segunda-feira, junho 20, 2011

"As crises são também sinais de mudança. Momentos que requerem decisões."

quarta-feira, junho 15, 2011


Volta e meia a saudade aperta... :$

quinta-feira, junho 09, 2011

Ocean Spirit 2011








video

Ainda falta um tempinho, é certo. Mas não faço intenções de faltar um único dia.
Verão sem Ocean Spirit já não é a mesma coisa.

quarta-feira, junho 08, 2011


"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes mas, não esqueço de que a minha vida é a maior empresa do mundo, e posso evitar que ela vá à falência. "

terça-feira, junho 07, 2011

Amanhã, que corra o melhor possível. É só o que eu peço.
E não tenho forças para carregar mais nas teclas. Fico-me por aqui.

sábado, junho 04, 2011

quinta-feira, junho 02, 2011

Ele sempre teve razão desde o início, eu é que demorei demasiado tempo a abrir os olhos. Mas agora que os abri, não volto a fechar. 

A E. acordou, temos pena de quem não gosta. Ou então não temos pena nenhuma, que isso de ter pena é coisa de galinhas.

E se me querem atribuir agora o papel de vilã, ele que venha. Sempre achei que o de coitadinha/sonsinha/"ai que sou tão santa e não parto um prato" não me assentava muito bem, o outro é muito mais emocionante.

De uma coisa tenho a certeza, sei como sou e gosto de ser assim. E sentir que existem pessoas que gostam de mim tal como sou, da forma mais verdadeira que pode existir, é o mais puro sentimento de Felicidade. Sim, SOU FELIZ ASSIM!

sexta-feira, maio 27, 2011







A manhã de hoje foi passada assim: veste vestido, despe vestido, veste vestido, despe vestido, veste vestido... Foi uma loucura. E eu sou uma esquisitinha, claro está. Não gosto nem de muito curtos, nem demasiado compridos (isto para a ocasião que é). Prefiro os tecidos leves e os cortes simples, mas ao mesmo tempo diferentes. Estão a imaginar a complicação que foi?
E no fim lá me decidi por um, o mais giro como é óbvio. Mas  não vos vou dizer qual é, fica em segredo e prometo que depois mostro.

E com isto vem uma boa notícia para a minha querida Cisne, dia 18 de Junho lá estarei (ela sabe onde).

E agora siga trabalhar que ainda há muito que fazer hoje.

sábado, maio 21, 2011


O que eu queria mesmo, mesmo, mesmo era uma quantidade enorme de miminhos. Nunca são demais. :$
Tenho saudades.

quarta-feira, maio 18, 2011

Relatório de Topografia para terminar.
Último trabalho de Modelação Numérica para fazer (que não percebo minimamente nada!).
Estudar TODOS os trabalhos práticos de Modelação Numérica para o teste prático na próxima semana.
Trabalho de cadeira opcional para fazer e apresentar na próxima semana.
Ainda outro trabalho prático de topografia para fazer (trabalho de campo, tratamento de dados e relatório).
Exames aí à porta...
Esqueci-me de alguma coisa?
Ah, o tempo é pouco para tudo isto... muito menos para tudo o resto que faz parte da minha vida.
Vá, arranjem lá aí mais qualquer coisa para fazer mais pressão. Vamos lá testar até que ponto é que o meu coração aguenta... é que ele já se anda a queixar.

segunda-feira, maio 16, 2011

Um dia este blog volta a ser o que era, mas não se antes haver aqui umas 'alterações'.
"Pratica a coragem.
Sem medo.
Sem te desviares um milímetro que seja de quem és.
Não te acanhes, não te rebaixes, não fiques com nada por dizer.
És mais bravo do que pensas e o teu corpo mais resiste do que imaginas.
Segue.
Vai contigo.
Conta com aquilo que tens.
Ouve o bichinho que te diz esquerda quando toda a gente vai para a direita.
(Esse bichinho és tu, não o pises).
Pratica a tua intuição, vai mais vezes, erra as vezes que precisas.
Dorme descansado.
Tu não és mais ninguém, nunca o serás.
Por mais que te gritem o contrário, tu és tu.
Ponto.
Por isso pratica o que tens.
Pratca o que só em ti existe e é raro nos outros.
Pratica o desplante, a candura, o despropósito e o magnânime.
Pratica o estrambólico, o arrumadinho e o absurdo.
Pratica quem és.
Só assim serás inteiro e te manterás original."

Sumol. Cada vez mais original.

quinta-feira, abril 28, 2011

"Sentir primeiro, pensar depois...
Perdoar primeiro, julgar depois...
Amar primeiro, educar depois...
Esquecer primeiro, aprender depois...
Libertar primeiro, ensinar depois...
Alimentar primeiro, cantar depois...
Possuir primeiro, contemplar depois...
Agir primeiro, julgar depois...
Navegar primeiro, aportar depois...

Viver primeiro, morrer depois..."

quarta-feira, abril 13, 2011

A saudade já aperta e ainda só passou metade do tempo...
Que chegue Domingo, depressa!

sábado, abril 09, 2011

Ouvi dizer por aí...

... que o segredo para atingir o sucesso é simplesmente andar no mundo com os "olhos abertos".
Será?
Pelo menos tentar não custa.

segunda-feira, abril 04, 2011

Floresta Negra


Um dia deixo de fazer asneiras na alimentação.... mas para isso é preciso que este "jeitoso" não me apareça à frente.
:)

domingo, abril 03, 2011

Depois de dias que não correram lá muito bem, depois de acontecimentos que nos fazem perder a cabeça e fazer coisas que não devemos, é mesmo bom chegar a um fim de semana em que se pode passar um bom tempo com amigos de longa data... neste caso uma amiga. Daquelas que já moram no nosso coração há uns 15 anos e que fazem intenções de lá permanecer mais uns quantos.
São sempre boas as nossas conversas e o pouco tempo que passamos juntas. É sempre bom. Sabe sempre bem os teus conselhos e as palavras que tens para me dizer.
Um grande obrigada é o que te tenho a dizer por hoje.

segunda-feira, março 28, 2011

"Talvez com a idade eu aprenda. Que o facto de ser meticulosa na forma como trato os outros não significa que se sintam na obrigação de me manusearem com cuidado. Que pelo facto de ter sempre a preocupação, de ao falar, não lançar uma frase crua que não possa retirar, porque as palavras são como as pedras, uma vez atiradas nada a fazer, não quer dizer que as pessoas pensem duas vezes antes de me ferirem com elas. Talvez um dia aprenda que as pessoas que me magoam nunca conseguem medir em escala os danos que me causaram e deixe de esperar menos delas. Talvez eu aprenda, com a idade ou com a vida, que posso gostar sem dar tudo em troca de nada. Talvez um dia eu aprenda. Que afinal só posso contar comigo para lamber as próprias feridas ainda que causadas por outros, outros que nunca, conscientemente magoaria. Talvez aprenda que se as palavras ferem como punhais e se os punhais me são lançados deveria reagir aos berros em vez de lágrimas solitárias. Talvez eu aprenda a mostrar que estou furiosa em vez de tentar desvalorizar as acções dos outros. Um dia. Talvez eu aprenda um dia. Que o facto de eu viver aterrorizada em magoar alguém não significa que a pessoa(as) percam tempo a pensar se me vão magoar ou não. Talvez aprenda que afinal, cabe a mim recompor-me a não à(s) pessoa(s) que me magoou(aram) e tirar daí uma lição, perceber o que significa. Talvez eu aprenda, um dia, eu, que tento sempre meter remendos nos danos que causo e limpar as lágrimas que faço cair. Um dia. Um dia aprendo. "


Daqui!

Tô de "saco cheio"!



E se isto não melhora, ainda vamos ter problemas!

terça-feira, março 22, 2011

Um dia APAGO tudo o que já não faz sentido.... deixo as recordações apenas na minha memória.

Ando farta de metade disto... Revolta-me, irrita-me, bah 

Mas esse dia (ainda) não é hoje!

sábado, março 19, 2011


É impressionante como num dia tão chato, tão maçador e cheio de coisas indesejadas, as poucas horas que passo contigo sobressaem pela melhor e fazem com que o dia tenha valido a pena.

Já te disse o quanto gosto de ti? Acho que sabes :)

segunda-feira, março 14, 2011

Leituras #2


Já troquei de "bichinho" novamente. Depois de "O Jardim Encantado" e "O Quarto Mágico", tenho a certeza que este novo romance mágico da Sarah Addison Allen não me vai desiludir. Adoro a escrita dela. E como prova disso, no pouco tempo que tive hoje já devorei umas 40 páginas deste novo livro.